Quando a Nossa Vida muda de 180 para 360 graus

Quando a nossa vida muda de 180 para 360 graus é sem dúvida muita coisa para conciliar. Neste momento encontro-me nessa situação, conciliar a vida pessoal, cuidar da casa, fazer compras sozinha, pensar o que fazer para almoçar/jantar, depois temos a vida profissional que nos rouba uma grande parte do nosso dia, não é fácil mesmo! Estava habituada a ter ajuda da minha mãe, aliás eu é que ajudava a minha mãe, porque o resto ela geria. Mas quando a situação começa a sermos nós responsáveis por quase tudo e tornarmos também independentes, nem sempre é fácil. Agora vejo que até para o Blog me falta tempo, porque quando estava nos 180º , conseguia ter tempo para ajudar em casa, para trabalhar e ainda para o lazer. Agora nos 360º vejo-me um pouco às aranhas, apesar de fazer tudo o que me compete e até não estou a sair-me nada mal. Penso que vai tudo de um hábito também, mas acho que nem sempre é tão simples conciliar uma data de coisas que temos planeadas. Por mais organização que se tenha, parece que o tempo nos foge das mãos e as 24h por dia já são poucas. Depois chegamos ao fim do dia cansados, só apetece mesmo enfiarmo-nos na cama e fechar os olhos para acordar novamente no outro dia bem cedo e começar a dita rotina. Acho que na minha situação e já tendo breve 28 anos, fez-me bem esta mudança, precisava de saber realmente todo o processo que se leva a gerir uma casa e orientar as coisas sozinha, pois sempre tive o auxilio da minha mãe e parecendo que não, ajuda muito. Nem que seja a lavar a louça ou a confecionar as refeições, tudo se torna mais simples, rápido e há tempo que sobra para fazer outras coisas, neste caso sendo sozinha, pouco sobra. Mas nada que não se resolva claro :) A vida é mesmo assim, pudera então se um dia vier a ter filhos, acho que o inicio vai ser o caos na minha cabeça hehe

Convosco aconteceu a mesma coisa? Como foi a vossa transição para se tornarem completamente independentes? De serem vocês a gerir uma casa, a pensar em tudo o que fazer em apenas um dia, conciliando casa/trabalho etc. Contem-me tudo :)

Comentários

  1. Eu não tive problemas nenhuns com o passar dos 180° para os 360°. Aos 14 anos já trabalhava, ajudava a minha mãe nas coisas da casa, e ainda ajudava a cuidar dos meus irmãos. Quando trabalhei em 3 turnos o que mais me custou foi a cada semana ter horário diferente para comer, dormir e tratar das coisas da casa. No turno da noite (23h/7h) era um pouco mais difícil, dormia o dia quase todo(até às 17h) caso tivesse de tratar algo acordava cedo sem problemas, tirando isso acordava, tratava da casa, comprar só se necessário, é a minha maneira. As minhas colegas reclamavam que não tinham tempo.
    Cada um tem a sua forma de gerir as coisas, tudo isto para dizer que se ainda não encontraste a tua forma, um dia irás encontrar. Beijinhos
    www.opecadodagula.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem, dito assim dá a entender que eu não fazia nada comparado a ti :) Mas eu também desde nova, 13/14 anos ajudei a minha mãe em casa, sempre fiz tudo, mas agora simplesmente faço sozinha e claro ressinto na pele a falta de ajuda ou o partilhar de tarefas. Não tenho irmãos, sou filha única, portanto a parte onde digo se um dia vier a ter filhos, vai ser de novo uma transição complicada, mas como eu digo, com o hábito penso que a pessoa acaba por se organizar melhor. Eu comecei agora a transição de fazer basicamente tudo sozinha, por isso o meu "desabafo", mas não significa que antes não fazia nada, antes pelo contrário :p Mas claro, cada um tem a sua vida, os seus horários, nem tudo é igual e todos nós temos de nos moldar da melhor forma à rotina que nos é proposta. Um beijinho e obrigada por comentares um pouco da tua experiencia :D

      Eliminar
    2. Não é nada disso. DESCULPA, NÃO TE QUERIA OFENDER DE JEITO NENHUM. A minha intenção dói partilhar a minha experiência e novamente peço DESCULPA. 😳

      Eliminar
    3. Não ofendeste, mas deu a entender que eu não fazia ou percebia nada antes :p Não tens que pedir desculpa, agradeço teres visitado o blog e comentado ^^ Beijinho :)

      Eliminar
  2. Aos 18 anos, ao entra na universidade aprendi a gerir as coisas sozinha. Quando acabei a universidade voltei para casa dos pais, mas rapidamente fui viver sozinha. Tudo depende de como quieras fazer as coisas. Eu não sou muito organizada, mas não me incomoda. Faço as coisas de casa aos poucos, o mesmo com o blog. A independência faz-nos crecer é priorizar o que importa. Não trocava por nada a desordem da minha casa por voltar a estar em casa dos meus pais. Isso que temos uma relação ótima, mas acho que cada qual precisa do seu espaço. Bjo 😘 http://afarmaciajaponesa.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo, acho que vai tudo de um hábito. Ao inicio parece um turbilhão de coisas para fazer, mas apercebo-me que aos poucos dou conta de tudo.. o problema é que eu quando meto algo na cabeça tenho mesmo de fazer e talvez essa pressão não facilita. A vida tem destas coisas, mete-nos à prova, mas até me sinto bem com a mudança. Não é muito drástica, porque as bases estão cá, mas ressinto a falta de ajuda, porque antes fazia tudo partilhando :p

      Eliminar
  3. Confesso ke é mto complikado de gerir, pois eu nos 180 era facil e era bom, kuando kasei passei pra 360 bruscamente e doeuuuu...
    Sim doeuuu mto nao ter a mae a ajudar e ter responsabilidade por tudo... claro ke konsegui mas nao foi facil... depois kom o tempo e o filhote vamos habituando e gerindo á nossa maneira... mas ainda hoje ha sempre algo ke deixamos para amanha ou para tras... pois para fazermos certas koisas nao podemos fazer outras, pois numa kasa ha "sempre algo a fazer" e é dificil...
    Mas gostei do post...

    ResponderEliminar
  4. Minha querida, a vida voltou a remexer te, mas unidos e com ajuda tudo se consegue, longe mas perto, beijinho. Fb vera ferre.

    ResponderEliminar
  5. Não é facil superar alguns factos da vida com muita força e confiaça em nós conseguimos e esta visto que és uma mulher lutadora :)

    ResponderEliminar
  6. Agora que sou mãe de 2 pequenitos sinto muito a mudança...o tempo passa a ser gerido em função deles...mas claro que é gratificante�� a vida é mesmo assim, o mais importante é acordar sempre com um sorriso:) beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Olá, no início é mesmo complicado e stressante. A minha mãezinha também fazia a maior parte das coisas. Mas quando resolvi casar - me, ela achou que já devia estar "treinada", para tomar conta da casa. Eu comecei a fazer muito mais em casa dela. E depois que me casei, já não foi tão stressante, mas é sempre uma "novidade", e um ciclo novo e muito desafiante. Boa sorte com isso. Beijinhos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

A Madrinha tem Saudades Tuas

Tragédia que Nunca Esquecerei

Avó Ausente