A Minha Experiência com Aparelho Ortodôntico

Faz hoje um mês (e dois dias) que comecei a usar aparelho ortodôntico, já desde o inicio deste ano que tinha em mente investir os meus trocos para aperfeiçoar o meu sorriso. Infelizmente, não é com meia dúzia de trocos que conseguimos endireitar os dentes, mas quando queremos mesmo algo na vida, temos de arranjar soluções e foi o que eu fiz. Apesar de não receber um ordenado fixo, sempre fui uma rapariga poupada e tento ao máximo gerir o meu dinheiro o melhor possível. Acho que este fator também é importante para quem quer arriscar num investimento a longo prazo e claro, ter os pés bem assentes na terra, pois hoje em dia nada cai do céu de graça. Temos de lutar e trabalhar para conseguir ter algo, todos nós sabemos (uns mais que outros) que poupar hoje em dia é quase impossível, mas vamos fazendo um esforço ali e acolá. E sobretudo privarmo-nos de muita coisa que fazíamos ou comprávamos. 

Mas...continuando o assunto do aparelho, pois o que me fez escrever este post, foi dar-vos a conhecer a minha experiência após um mês de utilização. Primeiro de tudo, é estranho o que vou dizer-vos, mas os meus dentes em criança nasceram todos certos, apenas dois deles estavam um pouco inclinados, mas nada por ali além. O meu sorriso desde essa época até há mais ou menos 2/3 anos atrás não fazia prever que iria entortar tanto, mas aconteceu. O meu caso não é dos piores, mas assim que os dentes do siso se manifestaram a sair da "toca", eu tive seriamente de pensar em arrancá-los, pois via que iria afetar a beleza do meu sorriso. Então mais uma vez peguei em poupanças e toca a arrancar dois e mais tarde tive de fazer cirurgia aos outros dois por estarem inclusos e nisto tudo foram uns 400€ à vida. Mas eu toda contente e a pensar que o problema estava resolvido, afinal enganei-me redondamente. O último siso que tirei foi em dezembro do ano passado, a partir daí os meus dentes começaram de tal força a ganhar uma pressão para se "agruparem" ou encavalitarem, pois queriam espaço onde ele nem sequer poderia existir. Conclusão, tirei os sisos, mas o meu próprio organismo (se assim o posso dizer) mentalizou-se que eles iam na mesma nascer e tinham obrigatoriamente de arranjar espaço, então cheguei ao ponto de já nem gostar de me ver em fotografias, porque os dentes principais da frente estavam já completamente tortos, quase um em cima do outro. Em março deste ano, já desesperava, porque por um lado não queria usar aparelho e ter um bruto investimento pela frente, mas por outro não via outra solução senão começar a pesquisar orçamentos e a informar-me, senão a minha auto estima mais dia menos dia iria abaixo. Porque o que mais amo numa pessoa é o sorriso e todos nós sabemos que um sorriso bonito chama muita atenção, além de favorecer seja quem for, pois é um aspeto físico que mais destacamos ou que sobressai sempre que falamos com uma pessoa.

Então, depois de pedir alguns orçamentos, optei por colocar o aparelho ortodôntico tradicional, em vez de outro que me recomendaram também (sistema de Damon), sendo que este último método não é necessário arrancar dentes, mas fica mais caro. No meu caso, ainda é recente para saber se terei de arrancar ou não, provavelmente sim, mas vou iniciar com o método "stripping" que consiste em lixar os dentes para arranjar espaço. De qualquer forma, já notei uma melhoria significativa em apenas um mês de utilização, mas digo-vos... é demasiado estranho!!! Primeiro, os dentes começam a ficar todos desalinhados com os de baixo, batem uns nos outros, o que vos provoca mais dor (SIMMM, há muita dor à mistura) e para comer é o terror na primeira e segunda semana. Pelo menos comigo foram duas semanas quase a comer papas e sopas passadas, nem o próprio pão que é mais macio conseguia mastigar... confesso que até chegamos ao ponto de ter medo de comer só pelo facto de nos magoarmos ao fazê-lo. Parece que a comida nem nos sabe bem, pois quando é uma mistura de dor com sabor, a coisa não combina hehe :) 

Agora, estas duas últimas semanas foram mais fáceis de se levar, mas só de pensar que terei de andar 2 anos com aparelho, é dose! Porque depois não se trata apenas da dor, o problema é comer seja o que for e a comida fica presa no aparelho, passamos a vida a bochechar com água e a escovar os dentes, porque faz-nos muita confusão. A mim recomendaram comprar um escovilhão e ceras ortodônticas, nas imagens abaixo dá para terem uma noção.


O escovilhão serve para limpar os brackets, pois fica alguma comida alojada entre os dentes e o aparelho, então convém que este "menino" seja o nosso aliado, até mesmo fora de casa. Quanto às ceras, são utilizadas para proteger e evitar que as nossas bochechas fiquem com feridas ou aftas. Aconteceu-me logo no inicio e digo-vos, dói para "caraças"!!! Até à noite aplicava, porque a nossa boca tende a secar mais durante o sono e assim também evitava ferir e acordar com dores desnecessárias. Uma coisa é certa, a adaptação até nem foi má, mas eu pensei que era tudo mais simples... afinal para termos um sorriso bonito, antes disso temos de fazer bastantes sacrifícios. E para mais um mês para mim, é quase uma eternidade e quando meter o aparelho em baixo, nem sei :p Quero logo que passem os 2 anos a correr para tirar isto e ter o meu belo sorriso novamente.

Para terminar, porque já me estou a alongar demasiado, vou mostrar-vos duas fotos que tirei para verem a mudança que houve. O "antes" de meter o aparelho e o "depois" de um mês de utilização (tirei hoje). Não são imagens muito bonitas de se apreciar, mas só assim é que uma pessoa tem a noção de como um aparelho funciona tão bem :)

Daqui a um mês quem sabe farei um novo post acerca deste assunto para perceberem a evolução de todo o processo. Quem sabe possa ajudar outras pessoas que tenham em mente investir num aparelho ortodôntico e certamente haverá quem se identifique com esta publicação, pois já passou pelo mesmo. Para os curiosos, sempre ficam a ter conhecimento de alguma coisa :p

Contem-me as vossas experiências, gostaria muito de saber :)

Comentários

  1. Os dentes têm muito que se digam e é verdade, que situação :(
    Todos me dizem que não é um processo facil de se levar, mas em 1 mes ja tens alguma alteração que te vale o esforço.
    Espero que daqui para a frente te consigas adaptar melhor e que o teu sorriso seja recompensado.
    Beijinhos e obrigada pela partilha, gostaria de saber a evolução do processo :)

    ResponderEliminar
  2. Sendo o sorriso uma das portas de entrada para muita coisa... O valor que se gasta a aperfeiçoa-lo é exorbitante... Eu que o diga usei durante quase 3 anos, segundo a medica que me seguiu um dos casos difíceis que já vira ou estudo assim como o director clínico da clínica. Na altura quando me prometeu um sorriso digno de Hollywood chorei e sinceramente não acreditei... Mais que ninguém já tinha sofrido horrores com os dentes, com supostos dentistas e o seu péssimo trabalho, conheço as cadeiras daquela clínica como as palmas das minhas mãos... Houve meses em que tive que ir inclusive todas as semanas... A meio do tratamento tive sérias duvidas ... Depois há quem fique com um sorriso horrível ... Lábios parece que esticam e eu chorava que não queria ficar assim..Felizmente fiquei com um sorriso bonito... Foi o dinheiro mais bem empregue e o sofrimento mais bem passado. Hoje não trocaria o meu sorriso por nada! Ainda hoje o meu problema e a situação dos meus dentes é digna de estudo por eles lá na clínica e alvo de analise. Se acreditaram as minhas médicas ....Confessam hoje que tiveram as suas dúvidas também... Se valeu a pena! Mais que todas as palavras possam definir.
    Acredito que no final verás que valeu a pena! Até porque também faz bem a nossa auto-estima poder sorrir sem esconder e sem receio de mostrar os dentes!
    Muita forçinha para os dias que doí mais : ) é uma caminha que acaba sempre por surpreeender!
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu tenho consciência que o meu caso não é dos mais complicados e nunca pensei que iria algum dia usar aparelho, tendo em conta que nasci com os dentes certos e que mesmo que tivesse um aqui e acolá mais tortos não iria desfavorecer de todo o meu sorriso, pois sempre gostei dele tal como era. O problema foi mesmo os sisos quererem nascer e não ter espaço e mesmo arrancando os 4, os dentes continuarem a entortar. Pior mesmo foi ver os da frente a encavalitar um em cima do outro e aí sim vi o meu sorriso a ficar feio e já nem nas fotos conseguia sentir-me confortável, coisa que há uns anos isso não acontecia, antes pelo contrário, sempre adorei sorrir. Só daqui a 2 anos é que vou ter uma opinião exata de como tudo correu e se realmente valeu a pena. Eu espero mesmo que valha, pois como dizes é um investimento muito grande. Espero ficar bastante surpreendida com o resultado, pois também fazemos bastante sacrifício para tal :p Obrigada e beijinhos

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

A Madrinha tem Saudades Tuas

Tragédia que Nunca Esquecerei

Avó Ausente